8.1.10

Aliança natural - IV

Este postal poderia ter vários títulos, já que se podem estabelecer inúmeras ligações a partir da notícia que lhe dá origem. Um município espanhol fez editar o seu calendário oficial. O calendário tem a particularidade de omitir algumas importantes festas cristãs e de mencionar as festas islâmicas. Como refere a Angry Infidel, em cujo blogue descobri a novidade, o presidente do município é socialista, o que remete imediatamente para a aliança vermelho-verde, naturalmente existente entre os que querem destruir a civilização judaico-cristã. Eurábia e Al-Andalus também vêm à mente: não esquecer que os muçulmanos conquistaram a Península Ibéria em 711 em aliança com cristãos visigodos que pretendiam destronar os líderes políticos e tirar a mitra aos religiosos. Ver Aliança Natural, Aliança Natural - II, Aliança Natural - III e Misoginia Islâmica. A propósito: livro de Jamie Glazov sobre a Aliança Vermelho-Verde.

4 comentários:

Petrus disse...

Pois é Caro Luís, não poderemos esquecer que daqui a 1 ano, farão 1300 anos que começou a ocupação. Será que haverá evocações à data?

Agora estou a ler o livro Teresa Rainha de Portugal. Faz falta agora uma Nova e Verdadeira Reconquista, em Paz, claro, mas uma Verdadeira Reconquista Cristã, neste tempo e nos tempos novos.

Um abraço,

Petrus defariaesilva@yahoo.com

Luís Cardoso disse...

Sim, meu caro, uma reconquista da nossa herança, da nossa história, da nossa fé.
Um abraço,

ps: deixa aqui a hiperligação para o livro que estás a ler, sff.

Petrus disse...

OK

http://www.wook.pt/ficha/d-teresa-a-primeira-rainha-de-portugal/a/id/206338

Um abraço,

Luís Cardoso disse...

Obrigado.